Ofzen And Computing é compatível com leitor. Quando você compra por meio de links em nosso site, podemos ganhar uma comissão de afiliado sem nenhum custo para você. Como associado da Amazon, ganho com compras qualificadas.

Como funciona a resistência no D&D 5E? [Entenda a redução de danos]

Como funciona a resistência no D&D 5E
  Escrito por: Ashish Arya
Atualizado em: 09/11/2023
Husa. Leitura: 6 minutos

Então, você decidiu mergulhar no mundo intrincado e cativante de Dungeons and Dragons 5th Edition, ou D&D 5E, como os fãs carinhosamente o chamam.

Mas ao viajar por este reino de dragões, magia e perigo, você se depara com um conceito complicado: resistência. A grande questão em sua mente agora é – como funciona a resistência em D&D 5E?

Compreender a resistência é semelhante a entender como seu personagem pode enfrentar um dragão de fogo e sair com uma única marca.

Trata-se de saber quando seus feitiços estão causando impacto ou por que a enorme clava de um ogro não irá esmagá-lo como um inseto. Juntos, vamos desvendar o mistério por trás desta mecânica de jogo crucial.

Qual é a regra de resistência em D&D?

No mundo envolvente de Dungeons & Dragons, a resistência desempenha um papel fundamental na sobrevivência do personagem e na implementação da estratégia. É crucial compreender sua teoria se você planeja navegar com sucesso por esse universo fantástico.

Qual é a regra de resistência em D&D?

Se o seu personagem ou objeto possuir resistência a um certo tipo de dano, esse dano será reduzido pela metade quando infligido a ele.

Imagine que seu personagem é resistente a danos de fogo. Se um inimigo lançar um feitiço que cause 20 pontos de dano de fogo, seu personagem receberá apenas 10 pontos devido à sua resistência inerente.

É como se possuíssem um escudo protetor invisível que reduz a intensidade de tipos específicos de ataques.

No contexto da mecânica do jogo, isto significa que ter resistência pode muitas vezes ser a linha tênue entre a derrota e a vitória. No entanto, lembre-se de que esse mecanismo se refere apenas ao(s) tipo(s) específico(s) de dano aos quais você é resistente e não a outros.

Aproveitar uma boa compreensão das resistências não apenas garante a longevidade de seus personagens, mas também enriquece sua experiência geral no mundo místico de D&D 5E.

Examine suas raças e classes ao criar personagens, pois elas potencialmente carregam resistências inatas que podem se tornar salva-vidas em situações terríveis.

Qual é a diferença entre resistência e imunidade em D&D?

Ao navegar pelos terrenos mágicos de D&D 5E, você encontrará duas estratégias principais de sobrevivência – resistência e imunidade. Embora possam parecer semelhantes superficialmente, eles funcionam de maneira muito diferente no jogo.

Imagine a resistência como um escudo protetor que reduz o dano pela metade, enquanto a imunidade é uma barreira poderosa que nega totalmente o dano.

Portanto, se o seu personagem for imune ao dano de fogo, em vez de reduzi-lo pela metade como acontece com a resistência, o personagem evitará totalmente todo o dano de fogo, não sofrendo nenhum dano mesmo quando engolfado por chamas draconianas! É como ter um campo de força indestrutível que anula tipos específicos de danos.

As resistências são comuns no D&D 5E, fornecidas por certas raças ou classes, ou concedidas através de feitiços e itens mágicos. As imunidades, por outro lado, estão frequentemente ligadas a criaturas ou classes específicas e são mais difíceis de adquirir.

Compreender essas duas mecânicas básicas oferece uma vantagem no manejo eficiente de ataques, tornando sua estratégia de jogo mais potente do que nunca.

Conhecer completamente seus pontos fortes significaria saber quando você pode segurar seu escudo (usar resistência) e quando caminhar ileso (utilizar imunidade).

Leia também: Como calcular os pontos de vida 5E em D&D? [Entenda sua saúde]

Como funciona a resistência no D&D 5E?

No vasto universo de D&D 5E, a resistência funciona como uma salvaguarda eficaz, diminui os danos e ajuda na sobrevivência. Essencialmente, a resistência é como vestir uma armadura feita sob medida que o protege parcialmente de tipos específicos de danos.

Como funciona a resistência no D&D 5E?

Então aqui está o resumo de como isso funciona: suponha que seu personagem tenha resistência a danos de fogo.

Quando encontrado com um inimigo lançando um feitiço de fogo contra você, esta resistência reduz o dano infligido pela metade, mas apenas para aquele tipo específico de fogo.

Se o seu inimigo mudar de equipamento e atacar com dano de gelo, sua resistência não entrará em jogo, a menos que você também tenha resistência ao frio.

Resumindo tudo em um entendimento abrangente – cada tipo de dano tem sua resistência correspondente.

Se o seu personagem possuir um tipo específico ou vários tipos de resistência, ele reduz pela metade qualquer dano infligido correspondente a esses tipos.

Ter resistência ao frio e ao fogo significa que você sofre menos danos de frio e fogo do 50%, mas a quantidade total de todos os outros tipos.

Assim, traçar estratégias sobre sua resistência pode acabar sendo o bilhete de ouro durante batalhas intensas ou encontros mortais.

Verificar quais resistências inatas seus personagens possuem desde o estágio de criação de raça ou classe pode abrir caminho para vantagens táticas e muitas vezes dar a você uma vantagem contra inimigos com ataques prejudiciais correspondentes.

Quais raças têm resistências em D&D?

O papel da resistência se torna mais aparente quando você mergulha nas raízes do seu personagem – a raça dele.

Quais raças têm resistências em D&D?

No D&D 5E, certas raças vêm blindadas com resistência inerente a danos. Saber disso pode moldar suas estratégias e tomadas de decisão durante o jogo.

Anões

Conhecidos por sua resiliência e resistência, os Anões possuem resistência a danos venenosos. É uma característica desejável considerando a frequência com que o veneno é usado em armadilhas ou por criaturas ao longo de inúmeras campanhas.

Eles ganham vantagem nos testes de resistência contra veneno, o que adiciona uma camada extra de imunidade.

Renascido

A estranhamente bela Reborn é sinônimo de resistência. Eles conhecem resistências distintas de muitas outras porque possuem uma das características mais extraordinárias: não precisar comer, beber, dormir ou respirar. Isso os torna imunes a condições como exaustão por falta dela.

Forjado Guerreiro

Warforged são construções fascinantes que ultrapassam a linha entre o organismo e a máquina.

Eles carregam resistência inata a danos venenosos e são imunes a doenças; eles não precisam comer nem respirar, graças à sua constituição. Warforged representa uma figura intimidante armada com essas vantagens mecânicas.

Dragonborn Verde

Green Dragonborn surge como uma força da natureza que não deve ser subestimada.

Esses seres carregam uma vantagem única: resistência a danos venenosos, uma característica transmitida por sua herança dracônica associada aos dragões verdes conhecidos por seus sopros tóxicos.

Yuan-Ti

Os personagens Yuan-Ti são a personificação da coragem derivada de sua ancestralidade serpentina. Eles oferecem resistência à magia devido à 'resistência mágica', dando-lhes uma vantagem em testes de resistência contra feitiços e outros efeitos mágicos.

Capturada dentro de sua linhagem também está uma imunidade contra danos de veneno.

Halflings Robustos

Apesar de sua pequena estatura, não se deixe enganar pelos Stout Halflings. Eles carregam características de resistência semelhantes aos dos Anões, ou seja, resistência a danos venenosos. Essa característica, junto com sua habilidade, muitas vezes fornece uma rede de segurança inesperada durante encontros vulneráveis.

Consulte Mais informação: Como jogar Dungeons And Dragons para iniciantes? [Guia passo a passo]

Qual é a resistência mais comum no DND 5e?

À medida que você mergulha mais profundamente no mundo do DND 5E, fica evidente como as resistências podem ser diversas.

Alguns deles são mais comuns que outros e podem fornecer uma vantagem extra na sua estratégia de combate. Compreender esses tipos de dano pode tornar qualquer um um oponente formidável no reino DND.

  • Trovão: A resistência à impedância do trovão é bastante prevalente no DND 5E. Frequentemente associada a tempestades e ruídos altos, ter essa resistência pode ser vantajoso contra inimigos com feitiços ou habilidades relacionadas ao trovão.
  • Necrótico: O dano necrótico está conectado ao poder da morte e da magia que drena a vida, tornando a resistência necrótica uma bênção contra feiticeiros das trevas ou criaturas mortas-vivas.
  • Ácido: O dano ácido resulta de substâncias corrosivas que corroem a saúde do seu personagem. O equipamento ou materiais certos muitas vezes podem garantir resistência a ácidos.
  • Raio: Dado o uso frequente de ataques baseados em raios por inimigos, como dragões azuis e magos de tempestade, ter resistência a raios pode significar salvar sua pele várias vezes.
  • Frio: A resistência ao frio ajuda a reduzir os danos causados por ataques congelantes – pense em fragmentos de gelo de um dragão branco ou em um feitiço de gelo de um mago de gelo. Certamente é útil ao entrar em ambientes frios ou enfrentar inimigos gelados.
  • Fogo: Resistente ao fogo protege você de metade do dano de fogo, protegendo você contra tudo, desde flechas flamejantes até bafo de dragão.
  • Ataques não mágicos: A resistência a ataques não-mágicos é um tanto autoexplicativa – ela diminui o impacto de qualquer arma não-mágica usada contra você.
  • Tóxico: Por último, a resistência ao veneno fornece um escudo contra mordidas de feras venenosas e efeitos de feitiços tóxicos que atingem seu personagem.

Mesmo que estas resistências sejam comuns, elas são orientadas pelo contexto – a sua importância varia de acordo com os encontros, campanhas, estilo de jogo, e assim por diante.

Dominá-los envolve uma mistura de criação inteligente de personagens, decisões estratégicas de jogo e uma pitada de sorte em seu D20.

Explore mais: Como calcular a classe de armadura 5E? [Etapas e exemplos detalhados]

Perguntas frequentes sobre 'Qual é a resistência mais comum em D&D 5E?'

Qual o papel da resistência na jogabilidade do D&D 5E?*

A resistência ajuda a reduzir pela metade o dano que seu personagem recebe de tipos específicos de ataques, tornando-a uma ferramenta de sobrevivência essencial no jogo.

Um personagem pode ser resistente a todos os tipos de dano?

Não, os personagens geralmente são resistentes a tipos específicos de danos, não a todos. Essa resistência depende de sua raça, classe ou de certos itens mágicos.

Existe uma distinção entre resistência e imunidade em D&D 5E?

Sim, embora a resistência reduza pela metade o dano de um tipo específico, a imunidade anula o mesmo completamente.

Se meu personagem for resistente a danos de fogo, ele sempre sofrerá metade do dano de ataques baseados em fogo?

Sim, se o seu personagem for resistente a danos de fogo, ele sempre receberá metade da quantia especificada de qualquer ataque baseado em fogo.

A resistência afeta o lançamento de feitiços em D&D 5E?

Sim, se um oponente tiver resistência ao tipo de dano que seu feitiço inflige, a potência do seu feitiço poderá ser significativamente reduzida.

Autor

  • Ashish Arya

    Sou um entusiasta de tecnologia e jogador de longa data, vindo da bela cidade de Chandigarh. Minhas paixões vão desde mergulhar em mundos como GTA V, COD, SIMS, Roblox e Minecraft até explorar as últimas inovações em laptops e tecnologia. Armado com um diploma de bacharel em aplicativos de computador, adoro compartilhar minhas idéias por meio da escrita e do envolvimento com outros entusiastas. Junte-se a mim em minha jornada pelos reinos em constante evolução dos jogos e da tecnologia!