Ofzen And Computing é compatível com leitor. Quando você compra por meio de links em nosso site, podemos ganhar uma comissão de afiliado sem nenhum custo para você. Como associado da Amazon, ganho com compras qualificadas.

Idiomas D&D 5E explicados [Entenda as barreiras de comunicação]

Idiomas D&D 5E explicados
  Escrito por: Ashish Arya
Atualizado em: 22/10/2023
Husa. Leitura: 9 minutos

No mundo mágico de Dungeons and Dragons 5ª Edição, onde goblins até os joelhos e dragões voadores reinam supremos, compreender as linguagens do D&D 5E pode abrir uma nova camada de profundidade ao seu jogo.

Esteja você lançando feitiços ou decifrando mensagens enigmáticas, a linguagem que seu personagem fala vai além da mera comunicação. Pode ser uma tábua de salvação em meio ao perigo ou a chave para desvendar conhecimentos e segredos que enriquecem sua experiência de jogo.

O que é mais emocionante é que D&D 5E possui uma impressionante variedade de idiomas refletindo sua diversidade de raças e culturas. Das línguas comuns dos homens e dos elfos às escritas exóticas de seres celestiais e monstros horríveis, cada língua tem seu sabor único.

Ter um domínio firme dessas linguagens não apenas adiciona imersão à sua dramatização; também pode lhe dar vantagens cruciais em suas missões épicas!

Então aperte sua armadura e afie suas espadas porque estamos prestes a embarcar em uma aventura linguística nos inúmeros reinos de D&D 5E!

Por que a seleção do idioma é importante?

O idioma que você seleciona para seu personagem em Dungeons & Dragons funciona mais do que apenas uma ferramenta de conversação. É uma decisão estratégica que pode impactar o rumo do seu jogo.

Conhecer vários idiomas pode fornecer ao seu personagem uma visão sobre inscrições ou cartas secretas, permitindo que você desvende mistérios que outros não conseguem.

Falar a língua de uma criatura específica pode ajudar a evitar conflitos ou até mesmo permitir que você forme alianças inesperadas. Dependendo de com quem você interage e em qual missão você está, sua escolha de idioma pode abrir portas para aspectos do jogo que de outra forma permaneceriam ocultos.

A seleção do idioma não envolve apenas comunicação; é uma parte complexa da estratégia que torna o D&D uma experiência emocionante e dinâmica.

Explore mais: Maior Restauração 5E [Efeitos, Benefícios e Papel em D&D]

Idiomas em Dungeons & Dragons 5E

Cada idioma no universo D&D 5E reflete uma cultura ou raça única, lançando luz sobre sua história, comportamento e visão de mundo. A linguagem molda a comunicação e sinaliza familiaridade ou estranheza para os outros. Não se trata apenas de compreender e ser compreendido; trata-se de mergulhar mais profundamente no espírito do jogo.

Idiomas em Dungeons & Dragons 5E

Comum

A linguagem comum, como o próprio nome sugere, é amplamente falada em todos os reinos de D&D. É a língua franca da maioria das raças humanóides, funcionando de forma muito semelhante ao inglês no mundo de hoje.

Se você não tiver certeza sobre qual idioma secundário seu personagem deve aprender, você não pode errar com o Comum. Útil em diversas situações, pode ajudá-lo a coletar informações vitais ou navegar nas negociações durante suas missões.

Anão

O anão é uma língua resistente, tão robusta e estóica quanto os próprios habitantes das montanhas. Cheio de consoantes ásperas e palavras curtas, ele reflete a praticidade contundente do modo de vida dos anões.

Completo com sua escrita rúnica exclusiva, dominar o anão pode lhe dar uma vantagem ao interagir com comunidades anãs ou decifrar sua tradição antiga.

Élfico

Élfico carrega um encanto mágico inerente que reflete a elegância e a beleza etérea da cultura élfica. Seus roteiros são elaborados, mas fluem como música pelo ar – muito mais parecidos com a poesia do que com a prosa em nosso reino.

A fluência élfica pode permitir que você se conecte mais profundamente com os elfos e pode ser útil ao explorar territórios élficos encantados.

Gigante

Learning Giant pode parecer pouco convencional, mas lembre-se de que nem todos os gigantes são adversários! Esta língua pertence a uma grande variedade de criaturas enraizadas em sua terra primordial – não apenas gigantes literais, mas também ogros e trolls. Compreender o Gigante pode ser a chave para negociar com essas entidades ou decifrar seus quebra-cabeças culturais.

Gnômico

Mergulhar no reino gnômico leva você a um antro de inovação. Como a língua dos inventores e inventores, o Gnômico é uma língua excitante, carregando em suas sílabas os segredos da tecnologia dos gnomos.

Esteja você interpretando um manual de gadget gnômico maluco ou conversando com NPCs gnomos carismáticos, ter o gnômico em seu arsenal linguístico pode ser bastante gratificante.

duende

Sendo a linguagem de uma das criaturas mais adaptáveis, Goblin é uma adição prática ao seu repertório. Devido à presença generalizada dos goblins, esta linguagem poderia servir como uma ferramenta valiosa nas interações ou na escuta de conspirações inimigas de nível inferior.

Os scripts goblins geralmente contêm pistas sobre tesouros escondidos ou armadilhas, o que os torna úteis para navegar em territórios infestados de goblins.

Halfling

Falar Halfling pode ser como voltar para casa! A linguagem desta comunidade calorosa e unida ecoa a sua simplicidade e amor pelo conforto.

Pode ser bonito, mas eficaz à sua maneira. Esteja você negociando com o dono de uma loja halfling ou buscando orientação em terras halflings, compreender o Halfling pode ser particularmente vantajoso.

Orc

A língua dos Orcs é tão forte e gutural quanto seus falantes. Falar Orc pode lhe dar uma vantagem autêntica ao encontrar essas criaturas hostis, possivelmente dissipando a tensão ou obtendo informações valiosas durante suas missões.

Ler runas Orcs também pode fornecer pepitas de sabedoria provenientes de sua cultura xamânica.

Abissal

Se suas aventuras o levarem às profundezas sinistras, Abyssal será útil. É a fala de demônios e seres caóticos e malignos de planos inferiores – sombrios e multifacetados, como sugere sua origem. O conhecimento do Abissal pode ajudar ao lidar com contratos demoníacos ou subverter ameaças demoníacas.

Celestial

Em contraste com o Abissal está o Celestial – a linguagem divina dos seres celestiais, como anjos e devas, que ressoa com harmonia e majestade.

Dominar Celestial pode ajudar a discernir conhecimentos e segredos divinos enigmáticos, ajudando você a antecipar intervenções divinas ou acessar bênçãos de planos paralelos.

Discurso Profundo

Você está lidando com devoradores de mentes? Você precisará de fala profunda! Essa língua primitiva ecoa mais em comprimentos de onda psíquicos do que em canais de comunicação verbal.

É usado principalmente por aberrações como devoradores de mentes e observadores, tornando-o útil para navegar nas interações com esses intelectos alienígenas. Uma compreensão cuidadosa da Fala Profunda pode oferecer vislumbres de suas mentes insondáveis.

Dracônico

A língua Dracônica é tão antiga e poderosa quanto os dragões que a falam. Seus tons ásperos e profundos carregam o peso de séculos, e seus personagens guardam uma magia natural dentro deles.

Se você está procurando descobrir segredos antigos ou negociar com nobres anciãos, Dracônico seria uma adição essencial ao repertório linguístico do seu personagem.

Infernal

Infernal é uma língua diabólica dos Planos Inferiores, falada por demônios e outras entidades malignas. Com suas sílabas infernais e escrita sombria, carrega um ar de elegância maligna.

Aqueles ousados o suficiente para suportar suas implicações perturbadoras poderão obter uma visão única da hierarquia infernal ou obter vantagem ao lidar com criaturas dos nove infernos.

Primordial

Primordial é uma linguagem que ressoa com força elementar. Falado por elementais e gênios, ecoa o poder bruto da própria natureza: terra, ar, fogo ou água.

Desvendar o conhecimento do Primordial poderia desvendar mistérios relacionados às forças elementais ou facilitar o envolvimento com seres de planos elementais.

Silvestre

Para os amantes da natureza e de seus seres enigmáticos, Sylvan é uma linguagem obrigatória em D&D 5E. Como uma linguagem de fala suave, usando tons suaves e murmúrios semelhantes aos sons suaves em florestas profundas nas horas do crepúsculo, é usada por criaturas feéricas como ninfas e sátiros.

Compreender Sylvan aproxima você das realidades dos contos de fadas escondidas em paraísos verdes ou clareiras sombrias.

Subcomum

Aventurando-se em submundos sombrios? Você se beneficiará ao dominar o Subterrâneo – a língua franca das raças subterrâneas, como os drow e os devoradores de mentes.

Esta linguagem com valor dialetal captura elementos de várias línguas adaptadas para uma comunicação silenciosa e sem eco em espaços cavernosos e apertados.

Além de facilitar as interações em cidades subterrâneas sombrias como Menzoberranzan, conhecer o Subterrâneo ajuda na navegação no notório Subterrâneo de D&D.

Explore mais: Monstro Carrion Crawler 5E [habilidades, tamanho e força]

Quais idiomas você deseja?

Quando se trata de adicionar profundidade ao seu personagem de D&D, a seleção do idioma é uma base crítica. Esta seleção apresenta um nível de imersão que vai além das estatísticas e habilidades típicas dos personagens.

Quais idiomas você deseja

Em D&D, os idiomas se enquadram em duas categorias principais: línguas faladas e línguas escritas. Cada um cumpre sua função única e pode influenciar significativamente sua jogabilidade.

Idioma falado

A linguagem falada no mundo de D&D é o principal modo de conversa entre seu personagem e outros no jogo. Essas interações podem variar entre fechar um acordo difícil com um lojista obstinado, negociar com um inimigo ou compartilhar informações vitais com aliados.

Escolher um idioma comumente falado, como Comum ou Élfico, pode ser benéfico para você, pois geralmente permite uma comunicação mais ampla com vários NPCs (Personagens Não-Jogadores) ou criaturas que seu encontro possa envolver.

Mas se você se encontrar em ambientes ou situações mais exóticas, conhecer línguas menos comuns, como Subterrâneo, Dracônico ou Abissal, pode ser benéfico. Pode permitir alianças ou oportunidades inesperadas para reunir informações importantes ao espionar inimigos incautos!

Linguagem escrita

A linguagem escrita em D&D desempenha um papel igualmente essencial, mas opera de maneira um pouco diferente de sua contraparte falada. O conhecimento escrito não ajuda apenas a escrever cartas ou fazer anotações.

Saber ler diferentes scripts pode fornecer a um grupo de aventureiros conhecimentos valiosos escondidos em textos antigos, alertá-lo sobre perigos iminentes através de sinais escritos ameaçadoramente e até mesmo ajudar a decifrar runas mágicas!

Runas intrincadas gravadas em uma pedra em ruínas podem ser ilegíveis e ininteligíveis para a maioria. No entanto, para alguém que conhece o Dracônico – o idioma que se acredita ser um dos mais antigos, essas runas podem revelar feitiços poderosos ou conhecimentos cruciais sobre as raças draconianas!

Quais idiomas são os mais populares no mundo do D&D?

No vasto mundo de Dungeons and Dragons, há uma rica variedade de idiomas falados em todos os cantos. Dos movimentados centros das cidades às cavernas enigmáticas, você descobrirá diversas línguas ecoando em cada canto.

Muitas dessas línguas têm grande significado, pois ajudam a estabelecer laços, enganar inimigos ou negociar perigos de parar o coração. Entre eles, alguns se destacam como altamente comuns e que potencialmente valem a pena aprender para qualquer aspirante a aventureiro.

  • Gigante: Caracterizado por padrões de fala profundos e estrondosos, Gigante é uma linguagem frequentemente associada a criaturas imponentes. Um domínio justo desta linguagem permite interagir e negociar com seres enormes como ogros ou trolls.
  • Subcomum: Como a língua franca das comunidades do Subterrâneo – lar de vários seres sinistros e aventureiros desonestos – esta língua pode ser sua tábua de salvação ao navegar em zonas de perigo subterrâneas.
  • Dracônico: A antiga língua Dracônica é conhecida por seu significado misterioso. O comando sobre esta língua aproxima você de feras mágicas como dragões e wyverns e emula o conhecimento esotérico de nosso mago endurecido ou feiticeiro.
  • duende: Falado por goblins (obviamente!), mas também frequentemente compreendido por outras monstruosas raças humanóides. Aprender Goblin pode ajudá-lo a aliviar uma horda de inimigos goblins - ou ter uma conversa divertida com eles, se eles não quiserem golpeá-lo primeiro!

Esses quatro idiomas são algumas das principais opções de popularidade em D&D, mas lembre-se: a origem racial do seu personagem, as especialidades de classe e o cenário da campanha podem influenciar sua seleção.

Cada linguagem se adapta a cenários e encontros distintos; tente escolher essas profundidades enriquecedoras para a história do seu personagem, ao mesmo tempo que oferece vantagens práticas na jogabilidade!

Consulte Mais informação: Monstro Tarrasque 5E [Forças, Comportamento, Ações e Habilidades]

Quais são os nomes e idiomas de fundo em D&D?

Em D&D, o histórico do seu personagem não apenas adiciona profundidade substancial à sua narrativa, mas também desempenha um papel intrínseco na definição de suas capacidades linguísticas.

Quais são os nomes e idiomas de fundo em DD

Criar um personagem verdadeiramente envolvente envolve selecionar um histórico que complemente sua raça e classe. Com essa formação vem o conhecimento de um conjunto específico de idiomas.

Antecedentes específicos geralmente conferem ao seu personagem o conhecimento de certos idiomas. Por exemplo, um Acólito poderá conversar em dois idiomas adicionais de sua escolha, refletindo seu intenso treinamento acadêmico e amplo aprendizado.

Por outro lado, um personagem com antecedentes Criminais pode conhecer a Cantiga dos Ladrões – uma linguagem secreta compreendida apenas por ladrões.

Dito isto, é essencial selecionar meticulosamente os cenários que se relacionem com sua narrativa e otimizem sua experiência de jogo.

Portanto, quer você esteja criando um espião estratégico ou um eremita monástico, saber como essas origens interagem com a seleção do idioma é realmente fundamental.

Nome do plano de fundolínguas
AcólitoQualquer x2
AntropólogoQualquer x2
ArqueólogoQualquer x1
Funcionário AzoriusQualquer x2
Agente Duplo Punho NegroNenhum
Legionário BorosEscolha 1: Celestial, Dracônico, Goblin, Minotauro
Especialista em caravanasQualquer x1
CharlatãoNenhum
Vigilância da CidadeQualquer x2
Criador do ClãQualquer x1
Estudioso EnclausuradoQualquer x2
Refugiado de CormanthorÉlfico
CortesãoQualquer x2
CriminosoNenhum
DissidenteEspecial (ver página)
Operativo DimirQualquer x1
Vítima do DragãoDracônico
Mineiro de Espora TerrestreAnão, Subcomum
animadorNenhum
Agente de facçãoQualquer x2
Viajante distanteQualquer x1
Herói popularNenhum
Portão OuriçoNenhum
GladiadorNenhum
Arena dos GladiadoresQualquer x1
Agente GolgariEscolha 1: Élfico, Gigante, Kraul
Anarquista GruulEscolha 1: Dracônico, Gigante, Goblin, Sylvan
Comerciante da GuildaQualquer x1
Artesão da GuildaQualquer x1
Povo do PortoNenhum
AssombradoExótico x1
EremitaQualquer x1
Comerciante de HillsfarNenhum
Contrabandista de HillsfarQualquer x1
Agente InternoNenhum
HerdeiroNenhum
IniciarNenhum
InquisidorNenhum
Bandido da Rota do FerroNenhum
Engenheiro IzzetEscolha 1: Dracônico, Goblin, Vedalkeano
CavaleiroQualquer x1
Cavaleiro da OrdemQualquer x1
Veterano MercenárioNenhum
Aristocrata MulmasterNenhum
NobreQualquer x1
Representante OrzhovQualquer x2
OutlanderQualquer x1
Insurgente PhlanNenhum
PirataNenhum
Refugiado PhlanQualquer x1
Cultista RakdosEscolha 1: Abissal, Gigante
SábioQualquer x2
MarinheiroNenhum
Identidade secretaNenhum
Iniciado SelesnyaEscolha 1: Élfico, Loxodon, Sylvan
Fanático por sombrasNetherese
Cientista SimicoQualquer x2
SoldadoNenhum
Prisioneiro de StojanowNenhum
Nômade barrigudoGigante
Xerife ComercialÉlfico
Caçador de recompensas urbanoNenhum
OuriçoNenhum
Membro da Tribo UthgardtQualquer x1
VizirNenhum
Nobre de Águas ProfundasQualquer x1

Leia também: Monstro Dire Wolf 5E [Habilidades, pontos fortes e fracos]

Perguntas frequentes sobre idiomas D&D 5E

O que exatamente são os idiomas D&D 5E?

Os idiomas D&D 5E são um conjunto de idiomas únicos e baseados em fantasia que os personagens do jogo Dungeons & Dragons podem falar ou entender.

Meu personagem pode aprender novos idiomas durante o jogo?

Sim, de acordo com as regras do D&D 5E, seu personagem pode usar o tempo de inatividade para aprender novos idiomas sob certas condições.

O que a linguagem 'Primordial' abrange no D&D 5E?

A linguagem primordial refere-se à antiga língua das forças elementais em D&D e possui dialetos como Aquan, Auran, Ignan e Terran.

Existe uma linguagem ‘universal’ que todos entendem no D&D 5E?

Comum tende a funcionar como uma linguagem universal que a maioria das raças e culturas do jogo entendem.

Quão importante é a seleção de idiomas para meu personagem?

A capacidade do seu personagem de comunicar informações cruciais geralmente depende do conhecimento de idiomas específicos – pode ser fundamental em negociações, quebra-cabeças ou até mesmo em situações de sobrevivência!

Autor

  • Ashish Arya

    Sou um entusiasta de tecnologia e jogador de longa data, vindo da bela cidade de Chandigarh. Minhas paixões vão desde mergulhar em mundos como GTA V, COD, SIMS, Roblox e Minecraft até explorar as últimas inovações em laptops e tecnologia. Armado com um diploma de bacharel em aplicativos de computador, adoro compartilhar minhas idéias por meio da escrita e do envolvimento com outros entusiastas. Junte-se a mim em minha jornada pelos reinos em constante evolução dos jogos e da tecnologia!